domingo, 4 de janeiro de 2009


não tenho conseguido dizer nada muito genial nos últimos tempos
nem genial, nem banal, nem besteira
não tenho dito nada
estou paralisada e alcoolizada desde 11 dezembro
o dia em que a terra parou
o dia do meu casamento
sim, a estranha, bêbada e quase promiscua
e estou feliz
feliz
reencontrando pessoas e fazendo as pazes com a cidade que tanto amaldiçoei
descobri que tenho amigos de infância,
que consigo amar a mesma pessoa por muitos anos
descobri que sou melhor que pensava
chegando a beira de ser legal
me aninhando com família
enfim, estou plena
então nada do que eu disser será interessante para vocês que leem

2 comentários:

Analice Sauerbronn disse...

É muito bom ficar feliz assim, né?
E tenha certeza de que das coisas que você escreveu uma coisa fica bem clara: a felicidade transbordante!
Que assim seja, um dois mil e nove cheio de felicidade e luz!
=)
Parabéns novamente!
Beijo!

Baby Bee disse...

Que noiva LINDA!