quinta-feira, 10 de abril de 2008

a cada dia

A cada dia me desconheço. Conquisto sonhos, durmo velhas vontades, acordo inexperientes pretensões. A cada dia me estranho amando um estranho. Estranhando um conhecido. A cada dia me descubro e encubro quem sou. A cada dia surpreendo, me assombro, me quebro, reorganizo as desorganizações da minha alma.

A cada dia provoco para o novo.

Quem fui ontem não sou mais, nem sei quem era. Agora sou outro e agora outro já.

Milhões de alter egos libertos, prontas pra serem quem eles vieram ser, como deve ser vivido, a cada dia.

Um comentário:

Pen Drive disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Pen Drive, I hope you enjoy. The address is http://pen-drive-brasil.blogspot.com. A hug.